Posts com Tags comportamento

Qualidade de vida…

Uma coisa que tenho procurado muito pra mim nos últimos anos foi a tal qualidade de vida. Ela não é uma variável binária, algo como ou se tem ou não se tem, mas sim algo que você vai aprimorando a cada dia e que transforma sua vida conturbada em algo mais tranquilo e mais feliz.

Eu gostaria aqui sinceramente de dar um grande passo-a-passo, simplesmente ensinar uma fórmula simples e fácil que você possa aprender a melhorar sua qualidade de vida, só que não funciona assim. Cada pessoa tem um caminho e uma solução diferente para isto. O que serve pra mim pode não servir para você e vice versa. Mas isso não significa também que não há uma forma que eu possa dar algumas dicas. Não sou nenhum expert, mas vai que algo possa ser útil e realmente te ajudar?

Para começar é importante dizer que em muitos pontos, para melhorar a qualidade de vida você precisa passar por um processo mais doloroso no início, até pegar o ritmo e aí sim melhorar. Não se engane, nem sempre é fácil o início, mas geralmente vale muito a pena!

————-

Agora chega de bla bla bla e vamos as dicas:

Em primeiro lugar, recomendo você observar o que mais pode influenciar na sua vida, seu humor e sua disposição. Se você não estiver de bom humor e sem disposição, dificilmente conseguirá se empenhar em uma forma de melhorar, então pegue um papel e caneta, abra o bloco de notas, Evernote ou similar e comece a listar:

1. As coisas que mais te estressam no dia-a-dia (um botão de controle remoto que não funciona direito? Abrir e fechar a porta do armário que anda com problema? Falta de organização das suas coisas em casa?);

2. O que pode melhorar o seu humor/disposição (Alimentação melhor? Mais horas de sono? 5 minutinhos de exercícios ao acordar?);

3. Coisas que você gostaria de saber/aprender ou que de alguma forma lhe ajudariam, seja em casa ou no trabalho (aprender formas melhores de limpar a casa, se barbear, um hobby etc. Dê preferência as coisas que você não gosta de fazer).

Depois de tudo listado o ideal é se concentrar nas piores coisas para você, se lembrando sempre que o perfeito não pode ser inimigo do bom. Ou melhor, não tente conseguir uma solução perfeita. Isto não existe! Apenas tente arrumar um jeito de melhorar um pouquinho, pois toda melhora é válida!

Na minha experiência, as coisas que mais fizeram a diferença foram:

  • dormir melhor
  • me alimentar melhor
  • exercícios de manhã
  • ter um tempo no dia, alguns minutinhos somente, sem olhar celular, ouvir música etc, livres para a mente correr solta e relaxar
  • não dormir no ônibus
  • Esta foi a mais difícil de todas pois eu simplesmente ficava exausto, não me aguentando acordado mesmo que estivesse de pé. Foram várias semanas sofrendo até conseguir me adaptar, mas meu humor melhorou muito quando não consigo lugar no ônibus. Outra ajuda foi passar a ir e voltar do trabalho lendo. A viagem deixou de ser um martírio e passou a ser prazerosa, independente se está engarrafado ou não.

  • perder o vício em redes sociais, fóruns, blogs, e-mails, messengers etc
  • Não disse não utilizar mais, porém não fico o dia inteiro com estas coisas abertas. Primeiro faço o que preciso, depois abro um pouco tudo isso, olho tudo, respondo o que for necessário e fecho todos de novo. No geral, estes são os maiores responsáveis por eu estar sempre sem tempo para tudo e me estressar quando tenho muito o que fazer.

  • sempre estar aprendendo algo novo, diferente, algum hobby
  • geralmente comprar menos coisas mas de melhor qualidade
  • Atualmente prefiro não ter algo do que comprar um de qualidade ruim e que não vai me atender no futuro.

Depois de todas estas mudanças que nunca terminam, pois sempre há alguma modificação na casa, no carro, no computador, nos meus hábitos etc para melhorar, minha qualidade de vida foi melhorando absurdamente e hoje tenho uma vida muito mais prazerosa, mais controlada e feliz que antigamente. Minha vida é perfeita? Não! Também não posso dizer que nunca me estresso, mas que com certeza ela melhorou muito, isso melhorou!

Tags:

Difícil ajudar quem não quer ser ajudado

Mais um jogo do Brasil na copa se foi. Assisti. Para mim, um jogo normal. Torci um pouco para o meu país, torci um pouco contra, para dar um pouco de felicidade para o outro time. Em algum momento fiquei balanceado até onde ouve uma falta proposital ou pura infelicidade. O Brasil ganhou, que bom. Jogadores do meu país conseguindo mais uma vitória, a segunda nesta copa.

Mas foi só acabar o jogo para começar a minha infelicidade. Exatamente da mesma forma que aconteceu da última vez que o flamengo[bb] foi campeão de sei lá o que (não acompanho futebol), o povo correu para as ruas. Mas ao invés de comemorar e brincar sem atrapalhar o próximo, o que vi novamente foram pessoas ensandecidas.

Elas corrias pelas ruas, buzinando, estourando bombas onde passavam carros (treme terra, para quem conhece), algumas motos andando pela contra-mão por uma avenida, carros fazendo pega, freando bruscamente e acelerando em cima de um público que ficava nas ruas assistindo e gritando, alegres. E para fechar com chave de ouro um reboque da Porto Seguro entrou na brincadeira, cruzando a avenida acelerando, freando bruscamente, travando rodas, para o deleite do público local. A coisa toda só acalmou mesmo ao chegar um carro de polícia, onde muitos correram e o pega terminou. Porém ainda se podia ouvir freadas e arrancadas fortes vez por outra durante 1 ou 2 horas seguintes.

O que me deixa chateado com isso tudo é que eu passo boa parte dos meus dias brigando, reclamando, delatando pelo twitter, pessoalmente e pelos meios corretos. Já perdi followers, enviei vários e-mails e perturbei SACs a cada vez que vejo alguma empresa/governo tratando o povo como animais. E aí tem um jogo, as pessoas saem de suas casas e realmente agem como animais…

Engraçado que eu já fiz até um post ensinando como reclamar de forma eficiente e agora me pego pensando em como reclamar do próprio povo. É claro que nestas horas apenas o 190 funciona. Mas antes sequer de pensar nisto, já estava passando um carro de polícia pelo local.

É este um dos motivos que tanto odeio futebol. No geral, é ao terminar os jogos em que este tipo de coisa acontece. Onde fica mais claro o desrespeite do brasileiro pelo próximo.

Enfim, escrevi este post apenas como desabafo. Não vou divulgar nem no twitter e nem em nenhum outro local. Tenho vários outros textos para escrever e não consigo por falta de tempo, mas tive que abrir essas aspas aqui.

*Post propositalmente sem imagens. Assim provavelmente você não vai ler ele por completo.

Tags: , , , ,

Egoísmo Brasileiro…

Há quem diga que Brasileiro é um povo feliz, festeiro, simpático e acolhedor, e que isso nos faz melhores que outros povos.

Mas o adjetivo principal que estão esquecendo aí, e que é o responsável por quase todos os problemas deste nosso grande país, é que somos muito egoístas.

Não me olhe assim, somos egoístas, sim! Afinal, estamos em um país onde:

  • Você precisa ser famoso para conseguir doação de sangue;
  • Pessoas saudáveis estacionam em vagas para deficientes;
  • O povo vota no político  que oferece algo de interesse único e exclusivo dele, como professores votando em políticos que prometem melhor situação para os professores;
  • Pessoas furam fila;
  • Atravancam o trânsito fazendo fila dupla e tripla;
  • Aceitam suborno;
  • Destroem orelhões e ônibus;
  • Ignoram sinais vermelhos;
  • Compram produtos provenientes de roubos;
  • Utilizam acostamento e seletiva para ultrapassar alguns carros durante o engarrafamento, mesmo que isto dê um nó ainda maior na trânsito e feche o caminho de ambulâncias;
  • Quando estão com pressa, te empurram na rua, quando não estão, andam ocupando quase todo o espaço da calçada e impedindo a passagem das outras pessoas;
  • Se gosto de algo, posso gritar, aumentar o som, fechar ruas e passar o dia falando sobre isso, mesmo incomodando e atrapalhando terceiros;
  • Campanhas sobre ajuda e conscientização são esquecidas para dar lugar a brincadeiras e festas.

Aqui não há respeito pelo próximo em nenhum nível existente. O pensamento é:

“Primeiro eu, depois minha família e por último meus amigos. O resto que se dane…”

Enquanto pensarmos assim, seremos este país que beira a miséria que conhecemos. Com serviços ruins, hospitais despreparados, péssimos políticos, trânsito caótico, temperaturas altíssimas e criminalidade cada vez maior.

Brasil, o crescimento vem com respeito e trabalho.

—————————–
EDIT: A @lailasena e o @lularibeiro estão com uma excelente campanha para doação de sangue, que é o @veiasocial.

Para mais detalhes, acesse: http://www.veiasocial.com.br

Tags: , , , , , ,